quinta-feira, 24 de julho de 2014

O filho morto



Uma mãe, da cidade de Naim, caminhava ao lado do filho morto, o filho estava inteiro ao lado da mãe, porém morto. A multidão que estava com Jesus se encontra com a multidão que acompanhava essa mãe a caminho do cemitério para enterrar seu filho. Ninguém se dirige a Jesus para interceder por aquela situação, mas Jesus se compadece daquela mãe, para o cortejo fúnebre, olha para ela e diz: Não chores. Toca o caixão e ressuscita o filho morto e o entrega à mãe.

E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade. (Lucas 7:12).

Será que você também não é um filho ou filha morta ao lado de seus pais, dentro de um caixão, a caminho do cemitério? Será que esse não tem sido seu caminhar ao lado de sua mãe, o de uma morta, um defunto? Será que sua mãe não caminha ao seu lado chorando como esta mãe do texto?

Hoje eu lhe pergunto: Ao lado de quem você tem caminhado feito um defunto? Ao lado de quem você tem seguido a caminho do cemitério? Quem chora por você, pela sua ausência, ainda que caminhando ao seu lado? Para qual vida você tem sido um defunto e essa vida chora pela sua vida?

Hoje Jesus te ressuscita e te entrega para sua mãe com VIDA. Hoje o Senhor lhe dá uma nova chance de vida, para se tornar um motivo de riso para sua mãe e não de lágrimas. Amém!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE - FORÇA E VISÃO

Todos queremos ser livres, mas como podemos conseguir a tão sonhada liberdade neste mundo cheio de barreiras, dificuldades e compromiss...