sábado, 12 de outubro de 2013

Disciplina Amorosa

 
 
Uma vez li algo bastante interessante. Max Keller, missionário suíço que trabalha no seu país entre os estrangeiros, contou a seguinte história: Ele estava passeando pelos campos da Espanha quando encontrou um pastor de ovelhas com seu rebanho.
 
Andando um pouco com ele e o rebanho, perguntou-lhe o que fazia quando uma ovelha se desgarrava do bando. Ele respondeu: "Eu vou busca-la". E se ela se desgarrar novamente? Ele disse: "Eu a amarro junto a uma ovelha obediente!". Insistiu perguntando se depois de desamarrada ela se desgarrasse novamente? Ele disse: "Eu a deixo se distanciar bastante, e depois que estiver bem longe, eu mando o cachorro busca-la. Ela volta correndo com as pernas mordidas e não se afasta mais!".
Creio que, semelhantemente Deus age assim conosco quando insistimos viver do jeito que queremos. Às vezes um cristão se distancia tanto de Deus que para retornar, precisará ser apanhado por uma grande crise. Algumas destas crises, como o cachorro do pastor, se apresentam como enfermidades, perdas, fracassos pessoais e até pânicos depressivos. São situações que nos deixam completamente indefesos, com marcas visíveis, revelando a nossa impotência ou desobediência. Crises que, nitidamente, percebemos a disciplina de Deus, como a de um pai que repreende o filho que ama.

"Repreendo e disciplino aqueles que Eu amo. Por isso,
seja diligente e arrependa-se"
(Ap. 3.19)
 
Não é plano de Deus que você, ovelha, viva entre os que escolheram a morte. Deus nos busca, mas algumas vezes manda uma crise nos chamar. Portanto avalie se a sua crise não é um duro, porém amoroso, chamado de Deus.
 
 
 
 
 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE - FORÇA E VISÃO

Todos queremos ser livres, mas como podemos conseguir a tão sonhada liberdade neste mundo cheio de barreiras, dificuldades e compromiss...