segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Tédio

Certa feita estava Pedro e outros discípulos na praia tristes e entediados por causa da ausência do Mestre. 
Jesus havia morrido e eles viram o seu Senhor ser elevado ao céu. (Atos 1:9)
 De principio ficaram unânimes, juntos em oração, mas conforme o tempo foi passando, sem saber o que fazer começaram a se sentir entediados com a monotonia do cotidiano sem as atividades que haviam se acostumado a ter junto ao Mestre Jesus, com suas idas e vindas, pregando o evangelho do Reino de Deus Pai, curando os doentes, libertando os cativos, era uma vida cheia de movimento, de alegria, de surpresas, de vitórias. Mas agora o Mestre tinha partido, não estava mais entre eles. 
É possível imaginar a dor dos discípulos ao ver o Mestre partir? Aparentemente Ele levava consigo o Amor com que os amava. Provavelmente eles se sentiram sozinhos e desamparados. O que fazer daqui pra frente?
Estavam tristes pela ausência do Senhor Jesus, entediados porque não se sentiam dispostos a prosseguir no trabalho que desenvolviam junto com Jesus. Jesus não estava mais ali, ao lado deles, conduzindo-os, ensinando-os, dirigindo-os. 

Então em meio a esse tédio, Pedro diz: Vou pescar! E os outros disseram: Vamos contigo. (João 21:13)
Mas essa decisão só veio trazer-lhes mais tédio, acrescida de decepção,  pois durante toda a noite estiveram a pescar, porém não apanharam um só peixe. E mais ainda, perceberam que a vida, o cotidiano e os afazeres que tinham antes de Jesus já não os preenchia, não lhes dava alegria.

Eles sentiam que sem seu Senhor, sem seu líder não poderiam prosseguir. Mas eles estavam enganados, porque era a partir de agora que começaria a ação de cada um deles.


O Mestre não estava mais ao lado deles, junto deles
O Mestre estava agora dentro deles.

Era hora de colocar em prática tudo que tinham ouvido de Jesus, tudo que tinham visto em Jesus. Era hora de:
Andar como Jesus andou
Falar como Jesus falou
Amar como Jesus amou

Era hora de partir para a missão que a eles fora confiada, no poder e no amor de Cristo Jesus, incorporar a personalidade de Cristo, assumir a força da unção recebida e ir para todo mundo e pregar as boas novas do reino de Deus Pai.
E para tirá-los desse estado de tédio, desânimo e tristeza Jesus mais uma vez, vem consolar, ensinar e mostrar que Ele estava vivo e junto deles. Mais uma vez o Senhor vem e lembra-lhes Suas Palavras, para irem pregar a boa nova do Reino de Deus Pai a todas as criatura.
Jesus lembra-lhes que foram preparados para esta missão, Jesus mostra-lhes que estará com eles até a consumação dos séculos.

Não mais ter Jesus, mas Ser como Jesus!

Se você ama alguém com o Amor de Cristo, e esse alguém lhe foi tirado de sua vida por Deus Pai, não fique parado no caminho, mas siga em frente, com esse alguém não mais do seu lado, mas dentro de você. Siga seus exemplos, incorpore sua personalidade, envolva-se com tudo aquilo que alegra e comunga com quem você ama. Caminhe de tal modo que lá na frente vocês possam se reencontrar felizes junto ao Mestre Jesus, com a alegria do dever cumprido. Estavam longe os corpos, mas permaneceu a comunhão de princípios, de atitudes, de propósitos e juntos possam dizer: Combati o bom combate!

Assim age quem ama verdadeiramente, porque o verdadeiro amor é força geradora de vida, e vida para Deus Pai. Quando se ama alguém de verdade, fica-se parecido com esse alguém. Você já percebeu isso?




Que o Amor de Deus Pai, a Graça que está em Cristo Jesus e o poder do Espírito Santo esteja sobre todos nós. Amém! 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE - FORÇA E VISÃO

Todos queremos ser livres, mas como podemos conseguir a tão sonhada liberdade neste mundo cheio de barreiras, dificuldades e compromiss...